Publicado por: Lourival Dias | 09/12/2009

[Biografia] Ernest Gary Gygax

Olá pessoal! Hoje inicia mais uma sessão de postagens aqui no Dragões dos Reinos. Neste espaço serão postadas biografias de pessoas importantes para o RPG. Escritores, ilustradores, enfim todas aquelas pessoas que fazem parte do meio RPGístico e produzem materiais aparecerão por aqui. E, para iniciar, nada mais justo do que começar por aquele que criou o RPG, Gary Gygax. Até!

Ernest Gary Gygax (27/06/1938 a 04/03/2008), foi um escritor americano e designer de jogos, melhor conhecido pela (co-)criação do pioneiro jogo de interpretação Dungeons & Dragons (D&D) em conjunto com Dave Arneson. Gygax é geralmente conhecido como um dos pais do jogo de interpretação de mesa.

Nos anos 60, Gygax criou uma organização de clubes de wargames e fundou a convenção de jogos Gen Con. Em 1971 ele ajudou a desenvolver o wargame de miniaturas chamado Chainmail o qual foi baseado sobre guerra medieval. Ele foi o co-fundador da compania Tactical Studies Rules (TSR, Inc.) com um amigo de seu filho Don Kaye em 1973. No ano seguinte ele criou o jogo Dungeons & Dragons com Dave Arneson, expandindo seu trabalho anterior, Chainmail, e incluindo elementos de histórias de fantasia os quais ele amava como uma criança. Ele também fundou a revista The Dragon no mesmo ano para dar suporte ao novo jogo. Em 1977, Gygax começou a trabalhar em uma versão mais compreensível do jogo chamada Advanced Dungeons & Dragons. Gygax designou vários manuais para o sistema de jogo, como também várias aventuras pré-feitas chamadas “módulos” que deu à pessoa responsável pela condução do jogo de D&D (o mestre) o esboço do roteiro e idéias sobre como conduzir um jogo particular em cenário de aventuras. Em 1983 ele trabalhou para licenciar a linha de produtos D&D na série de desenhos animados de sucesso “Dungeons & Dragons”, que no Brasil fora lançado com o nome “Caverna do Dragão”.

Depois de deixar a TSR em 1985 sobre assuntos com seu mais novo dono, Gygax continuou a produzir títulos de jogos de interpretação independentemente, começando com o multi-gênero Dangerous Journeys em 1992. Ele designou outro sistema de jogo chamado de Legendary Adventure, lançado em 1999. Em 2005, Gygax se envolveu com o jogo de interpretação Castles & Crusades o qual foi concebido como um híbrido entre os jogos da 3ª edição e os jogos da versão clássica feitos por Gygax.

Gygax se casou duas vezes e teve seis filhos no total. Em 2004 ele sofreu dois AVCs (Acidente vascular Cerebral, popularmente conhecido como derrame), evitou por pouco um infarto e foi então diagnosticao um aneurisma aórtico abdominal, do qual veio a falecer em março de 2008.

Nascido em Chicago, filho de um imigrante suíço e violinista da Orquestra Sinfônica de Chicago, Ernst Gygax. Sua família se mudou de Chicago para as proximidades do Lago Geneva, Wisconsin, em 1946, um pouco antes do aniversário de oito anos de Gygax. Gygax residiu no Lago Geneva até sua morte em 2008. Antes ele desistiu de seu ensino médio. Gygax trabalhou fazendo “bicos” (ou biscates no popular) durante algum tempo, mas continuou sua educação tendo aulas no período da noite e cursou antropologia na Universidade de Chicago.

Entre seus interesses estavam um amor por jogos e um apresso por literatura de fantasia e ficção científica. Gygax começou a se interessar por jogos quando ele tinha apenas cinco anos, jogando jogos de cartas e também xadrez. Aos 10 anos ele começou a jogar, atuando, com seus amigos, o que hoje viria a ser conhecido como jogo de interpretação vivo (ou live action roleplaying game), sendo um deles agindo como o juiz. Seu interesse em ficção científica e fantasia originou-se diretamente de seu pai que tinha introduzido ele a romances de ficção.

Seu interesse em jogos, combinado com um apresso por história, eventualmente levou Gygax a jogar jogos de guerra com miniaturas (wargames) em 1953 com Don Kaye. Em dezembro de 1958 o jogo Gettysburg da companhia Avalon Hill prendeu a atenção de Gygax. Foi também da Avalon Hill que ele encomendou o primeiro mapa de papel com hexágonos disponível, o qual ele usou para fazer seus próprios jogos. Gygax aprendeu sobre o livro de H. G. Wells “Little Wars” para jogar wargames com miniaturas de militares e o livro “Naval Wargame” de Fletcher Pratt. Em 1965 ele estava na ativa no hobby de wargame para o qual ele escreveu muitos artigos para revistas especializadas. Então Gygax procurou inovar o modo de gerar números aleatórios, e usou não somente dados comuns (com seis lados), mas também dados de todas as 5 formas de poliedros convexos regulares, os quais ele descobriu em um catálogo de suplementos escolares e são usados até hoje neste fabuloso tipo de jogo.

Anúncios

Responses

  1. Que nobre vida a deste homem.Nós os saudamos.

  2. […] Mais informações sobre sua vida e obra pode ser vista neste post. […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: