Publicado por: Lourival Dias | 23/12/2009

Conto: Dragões de Akah-Zaihr – Parte V

Stavar tinha recebido ordens de sua superior, a regente da cidade de Cjaer, Claudice, para que ficasse no comando da cidade na sua ausência. Claudice tinha muitos assuntos sérios para trabalhar, e não poderia pensar em relutar em não ir ao seu destino, era uma boa governanta e não poderia deixar seu povo sofre as conseqüências de uma falta de assistência sobre o mesmo.

Depois de receber todas as orientações da regente, Stavar se retirou para sua sala com um grande fardo em suas costas, fato este que não tinha recebido a um longo tempo, desde a grande batalha contra os orcs na cidade de Smanyr e estava com um pressentimento ruim atormentando seu coração, porém sua razão era de extrema valia nestas ocasiões, uma vez que esta o tornava um homem de escrúpulos e sempre destinado à melhor escolha para o povo de Cjaer, não era a toa que Claudice confiara o comando de sua cidade quando de sua falta.

A noite chegou e os primeiros suspiros da noite acalantaram sua alma. Após um longo banho se dirigiu para seu gabinete, porém antes mesmo de por os seus pés no recinto um guarda o chamou em alto som. Algo estava para acontecer.

– Meu lorde Stavar!! Exclamou o guarda, ajoelhando-se esperando a oportunidade de lhe falar.

– Avante nobre soldado!! O que queres?

– Lamento tê-lo que incomodar neste momento meu senhor – disse o soldado enquanto se levantava e retirava o elmo de sua face, transparecendo um olhar longícuo e quase sem expressões – mas um de nossos soldados retornou da região das fronteiras prateadas, está muito abatido pela longa viajem feita pelo Akah-Zaihr, ele fora o único dos nossos que sobrevivem à investida orc na cidadela Fanybar. Porém apesar do cansaço e dos diversos ferimentos espalhados pelo corpo ele deseja falar-lhe e ao meu ver deve ser algo importantíssimo. Creio que queira vê-lo meu senhor? Terminou o soldado com uma expressão triste em seu rosto.

– pode deixar que irei vê-lo nobre soldado. Obrigado por dar-me o recado.

– Faço puramente pela segurança de nossa cidade meu senhor, permita-me que me retire.

– fique a vontade. Terminou Stavar – relativamente cheio de todas aquelas formalidades, o que mais lhe preocupava no momento era o que era de tão importante para um soldado relatar ao seu superior que não deixava nem cuidarem dos ferimentos. Achou melhor se apressar e ir tomar parte com o soldado.

Chegando no local em que estava Zabor, Stavar viu um homem de expressão cansada, com olhos e lábios ressecados. Estava sentando em uma pequena cadeira de madeira no canto de uma sala. Cerca de cinco soldados reais estavam na sala, porém não trocavam palavras quando Stavar chegou rápido e prontamente perguntando.

– o que houve soldado? Ríspido e direto ao assunto.

Zabor com o olhar preocupado se levantou, deixou seu odre com água em cima da cadeira, fez ao regente de Cjaer sua referência, e começou prontamente a relatar tudo o que tinha se passado em sua jornada. Inicialmente relatou a experiência desastrosa em terras estrangeiras, quando sua tropa fora derrotada pelos orcs invasores na Cidadela Felbar, e passou então a narrar os acontecimentos das duas últimas semanas em que estava no Akah-Zaihr. Enquanto falava Stavar não sabia direito o que fazer com suas mãos, um chacoalhar contínuo e desesperador tomava conta delas, suas expressões faciais se agitavam, de maneira que algo contínuo em sua face seria como ondas em meio a um maremoto.

Terminado seu relato Zabor voltou a sentar em sua cadeira enquanto Stavar não parava de andar pela sala. Já estavam daquela maneira a cerca de dez minutos e nenhum dos dois quebrava ou tentava quebrar o silêncio que tomava conta do ambiente. Foi aí que Stavar pensou no que poderia ser feito para alterar o curso pelo qual a história estava se encaminhando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: