Publicado por: Lourival Dias | 27/01/2010

[Polêmica] Preso entra com processo para jogar D&D na prisão

Kevin T. Singer, que perdeu sua liberdade após assassinar intencionalmente o namorado de sua irmã, entrou com um processo federal contra funcionários da prisão Waupun de Wiscosin argumentando que, por meios legais, todo o seu material de D&D fora proibido e confiscado, violando sua livre expressão.

Instigados sobre a proibição do jogo argumentaram que o jogo promovia uma atividade relacionada a gangue e era um perigo a segurança.

Singer, hoje com 33 anos, joga RPG de fantasia desde que era uma criança. Assim que a proibição entrou em ação os funcionários da prisão confiscaram vários livros de D&D, além de revistas e também 96 páginas manuscritas de sua cela que ele tinha escrito detalhando um potencial cenário para o jogo.

A proibição fora feita em 2004, depois que um ocupante de cela enviou uma carta anônima expressando sua preocupação sobre Singer e três outros presos que, para essa pessoa, formavam uma “gangue” dentro do jogo.

Singer foi informado pelos funcionários da prisão que ele não poderia manter os materiais de D&D na cela porque “promovia interpretação de papéis de fantasia, hostilidade competitiva, violência, comportamento aditivo de escape e jogo” de acordo com a decisão legal. A prisão, depois, desenvolveu uma política mais compreensiva contra todos os tipos de jogos de fantasia, disse o tribunal.

Singer fora sentenciado em 2002 após ter assassinado com uma marreta o namorado de sua irmã.

Leia a notícia Original aqui

É isso pessoal. O que vocês acham deste caso? Mais um dentre inúmeros casos de pessoas que são impedidas de jogar RPG pelo desconhecimento das autoridades sobre essa prática. Fica aí a notícia, a indignação e esperança de podermos com diálogos e de maneira ordenada desmistificar o RPG entre o público em geral.

Fonte: Chron.com

Anúncios

Responses

  1. Como se eles não jogassem poker e outros jogos de cartas, tabuleiros (xadrez, gamão) e dados na prisão 😛

  2. Isso é verdade.. vai ver os caras confiscaram pra dar pros filhos rsrs

  3. Calma lá… o cara assassina uma pessoa a marretadas e vem EXIGIR o direito de jogar RPG?

    Bem difícil ficar indignado.

    Eu até entendi o sentido do post. De mostrar o preconceitos e desconhecimento… mas… pombas.

    Desculpem. Não dá pra simpatizar.

    • A indignação não foi com o fato de o cara ser um assassino e ter o direito de jogar RPG anulado, ele tem sim que pagar pelo que fez, mas sim de o RPG ser tratado como um jogo de “formação de gangue”.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: