Publicado por: Lourival Dias | 04/08/2010

[Reporte de Sessão – 1] O Covil dos Kobolds

Olá pessoal! Estou iniciando mais uma aventura usando o software de jogo online do RRPG. E claro que não ia deixar de postar os reportes de sessões aqui no Dragões dos Reinos. A aventura é a O Covil dos Kobolds, bem pequena e que vem no Guia do Mestre. Espero que gostem, apesar de ser um reporte bastante resumido dos principais eventos.

“A aventura se inicia na cidade de Queda Escarpada, mais precisamente na Cervejaria Lua Azul, após uma grande viagem em uma missão os aventureiros descansavam de volta à civilização.

Personagens:

Adran – Revenant (Elf Soul) Druida

Andrus – Halfling Ladino

Crowley – Humano Guerreiro

Gleggor – Draconato Clérigo

Kantus – Humano Ladino

Pock Dok – Gnomo Senhor da Guerra

Tristan – Humano Patrulheiro

Urik – Anão Paladino

Os aventureiros foram contratados por Teldortha Dente-de-Ferro, um anão armeiro. Ele foi roubado por kobolds na Estrada do Rei, a uns 20 km de Queda Escarpada. Junto da carga roubada com a carroça havia uma peça de couraça de dragão verde destinada a sua loja. O anão quer usar a couraça num sofisticado conjunto de armadura brunea. Teldorthan contratou estes exploradores para entrarem no covil dos kobolds e recuperar seu couro de dragão. O anão pagará 100 PO pra cada um pelo serviço. É um material muito precioso para ele.

Os kobolds invadiram e armaram seu covil em uma antiga construção próxima à estrada do Rei e eles vivem atormentando os viajantes que passam pelo local. Assim, os aventureiros já tinham destino definido em sua viagem.

Continuaram a bebericar mais um pouco enquanto discutiam se deveriam seguir já naquele momento, já que estava escurecendo e pegariam os kobolds de surpresa, mas após muita conversa e vozes exaltadas decidiram seguir para o local pela manhão.

Na manhã seguinte os aventureiros viajaram cerca de 20 km de Queda Escarpada pela região selvagem para encontrar as ruínas de uma mansão, outrora grandiosa, hoje conhecida como o Covil dos Kobolds. Dentro da fortaleza havia um alçapão na base de uma velha torre de vigília. Ele deveria levá-los para dentro das ruínas. E seguiram pelo alçapão, onde havia uma escada.

Ocupando a maior parte da sala adiante, havia uma fossa comprida repleta de uma substância verde luminescente. Além dela, havia um pequeno humanóide  reptiliano em pé numa câmara sombria, que ficou espantado com a presença dos exploradores. Ele carregava uma funda, e procurou rapidamente uma pedra na algibeira do seu cinturão. Ele começou a sibilar e gritar “Intrusosss! Intrusossss!”

Foi aí que os aventureiros começaram o combate contra aqueles monstros, foram ao total de apenas cinco kobolds, mas que deram bastante trabalho para serem derrotados.

Do lado direito da sala havia uma grade, que havia sido levantada por dois kobolds que foram alertados da presença de intrusos e vieram ajudar na proteção do covil, e os aventureiros seguiram por ela que dava em um estreito corredor.

E assim finalizou-se a primeira sessão desta pequena aventura que foi publicada no Guia do Mestre.

Até a próxima!

Anúncios

Responses

  1. Fiquei sabendo que tinha um warlord gnomo muito forte e corajoso…com um gnomo igual ele, nenhum outro jogador teria medo!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: