Publicado por: reignomo | 25/08/2010

[Reporte de Sessão – 2] O Império Branco

Assim que os jogadores deixaram a Floresta Desaparecida, rumaram em direção a Sterngate. Despediram-se de Glitering Prais alguns kilômetros à frente e continuaram seu caminho em busca do traidor Ravin L´Aroc. Logo chegam em Stergate no início da noite e observam que toda cidade está alvoroçada pelo sucesso da missão de patrulha dos soldados da fronteira. Existe uma festa acontecendo na taverna e lá dentro reencontram um antigo amigo da Falange Branca, Théoden, o bárbaro. Ao perguntarem sobre a região do Topo do Vale, para onde deveriam buscar Ravin, são informados que um antigo combatente que morava nas montanhas poderia ajudá-los.

No dia seguinte os jogadores vão até o ex-combatente e depois de conflitos de personalidades conseguem informações valiosas.

Olen

Cabana de Olen

Olen de Kurdak é seu nome e ele informa aos jogadores sobre os perigosos ataques de goblins naquela região de fronteira com Darguun. Ele se mostra amigável e oferece repouso para os aventureiros em suas terras.

Na manhã seguinte todos se despedem de Olen que dá poções e um mapa ao grupo e seguem em busca do local chamado “Topo do Vale” onde estariam as ruínas que escondiam o traidor Ravin L´Aroc.

Depois de um dia inteiro de caminhada desgastante subindo a montanha os jogadores param na clareira indicada no mapa.

Floresta da Fronteira

Mas no meio da noite, enquanto Heriann fazia a vigília, eles foram atacados por uma patrulha de goblins!

Arqueiros e um mago castigavam os aventureiros que estavam presos entre tantos outros goblins!

Hangar, o bárbaro, desferiu golpes precisos e mortais que eliminaram quase que imediatamente o hobgoblin líder da patrulha, mas isso não causou efeito nos ataques inimigos.

A cada hora apareciam mais goblins e os jogadores estavam perdendo as forças.

Depois de dois aventureiros caírem sem forças e os restantes desistindo das chances de viver, Olen de Kurdak e Fingro, constructo aliado do ex-combatente, aparecem e conseguem resolver o combate mortal a favor dos aventureiros.

Agora, com um novo fôlego eles recuperam suas feridas esperando os dias seguintes naquela mata infestada de goblinóides.

Hoje eles se salvaram, mas será que conseguirão escapar destas matas com vida? Veremos na próxima sessão!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: